Pular para o conteúdo

Matheus Torres 

Nunca escrevi no calor da urgência. Se algo grita dentro de mim, acredito que não é poesia. Escrevo quando em mim faz silêncio. O Manoel de Barros diz em um poema que quando ele quer contar algo, não faz nada; quando não tem nada pra contar, faz poesia. Assim, também, acredito que se dá meu processo criativo.

Muito dos meus poemas nasceram em estado de vigília mesmo. Já quase dormindo, levantei e rascunhei um verso ou outro e finalizei quando acordei no dia seguinte. Tem acontecido muito de rascunhar um poema mentalmente esperando o ônibus, fumando um cigarro. Não sei, mas a espera pra mim é potência. É mergulho no lago de nós mesmos. É o tempo que tenho para olhar pra dentro e pensar nas indagações que carrego. Se estou em alguma atividade, na verdade não estou, eu sou. Se espero, aí sim estou. E o que é mutável, instável e inquieto, me interessa muito mais. Por isso mesmo, não tenho rituais ou rotina de escrita. Meu fazer literário, logo, nunca deve ser. Ele precisa estar. Dessa forma, os poemas surgem aos poucos, cada um com seu devido tempo e modo, sem eu pedir nada a eles.

Meus textos, assim, nascem muito antes, em não-lugares. No ponto ou no ônibus em si, viajando, caminhando, me locomovendo. Costumo dar o acabamento final a eles em casa, no meu notebook. Nunca sento para escrever algo, mas sim para finalizar. E, claro, precisa estar silêncio. Silêncio pra ajudar a ecoar todas as coisas que não sei e que não procuro resposta. E tem isso também. Quando escrevo, penso principalmente não em uma solução ou iluminação que o leitor chegará. Prefiro pensar que a forma que dou aos poemas precisa assentar muros de labirintos.

Matheus Torres é poeta e graduando em Letras pela Universidade Federal de São Carlos. Nascido em Piracicaba, reside em São Carlos desde 2011. “Arquitetura do cais”, publicado pelo Selo LOID, é seu primeiro livro e pode ser baixado gratuitamente em http://livreopiniao.com/category/selo-loid/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Comentários

romanceliteraturaefa… em Ceres Marcon
Manu da Italia em Fabio Rabelo
Fabio Rabelo em Fabio Rabelo
Maria Dolores Wander… em Maria Dolores Wanderley
Cristiano Gabriel em Gregory Haertel
%d blogueiros gostam disto: